VoIP no Linux: tecnologia e ferramentas para o uso diário


Em uma série de artigos da Linux Magazine, vamos examinar desde os princípios básicos da tecnologia de Voz sobre IP (VoIP) — mostrando como se pode integrar o VoIP ao sistema de telefonia já existente e o que é preciso para conseguir fazer e receber chamadas de qualquer pessoa que use um telefone normal ligado ao sistema de telefonia atual —, incluímos um panorama dos codecs mais comuns, usados pela maioria das operadoras de gateways VoIP, analisamos o atual favorito do mercado, o Asterisk, com a sua capacidade de gerenciar até mesmo “secretárias eletrônicas” (as famosas URAs — Unidades de Resposta Audível), guiando o leitor através de todos os estágios necessários para configurar sua própria central telefônica VoIP baseada em Software Livre, concluindo o pout pourri com dois artigos abordando a questão dos softphones no Linux.

O fato é que usar um computador como telefone, algo que já pareceu um sonho distante, está se tornando realidade para mais e mais pessoas, devido ao rápido aumento da velocidade de processamento das CPUs e a queda no preço do acesso rápido à Internet. Aproveitando o avanço da tecnologia, é possível economizar nas despesas gerais da empresa, o que é uma boa notícia para todos os negócios. Usando softwares GPL e de Código Aberto, podemos nos certificar da qualidade do código utilizado e solucionar erros quando eles ocorrem.

Se tudo isso soa perfeito demais, é importante saber até onde os avanços na tecnologia de Voz sobre IP já chegaram, antes de jogar fora o bom e velho sistema de telefonia operado pelas grandes companhias telefônicas, decidindo que padrão dessa tecnologia devemos adotar. É sabido que existem muitos padrões e eles geralmente são incompatíveis uns com os outros. Assim, escolher a opção errada pode limitar o contato com seus clientes, já que eles podem escolher outros codecs e sistemas: e isso não é bom, principalmente para os lucros da empresa.

Felizmente, o mercado está enfim começando a se estabilizar, concentrando-se em alguns padrões. A próxima pergunta é: precisamos utilizar hardware específico, algo que pode pesar seriamente em nosso orçamento, ou podemos nos virar com um sistema de softphone baseado em computadores, placas de som e microfones?

Saiba Mais – linuxmagazine.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: