Suporte nativo a Ogg/Theora no Firefox 3.1


Em relação ao suporte a formatos de áudio e vídeo, o Firefox depende freqüentemente de plugins externos. Porém, as versões de desenvolvimento do Firefox 3.1 apontam uma mudança: a partir de agora, o navegador conseguirá exibir nativamente o formato Ogg/Theora.

Incluir vídeos numa página será tão simples quanto fazer referência a imagens: basta as tags

  <video src="/caminho/do/vídeo> ... </video>

no código HTML da página.

A tag de vídeo, na realidade, é parte do HTML 5, o novo padrão ainda em desenvolvimento pelo W3C, que, por sua vez, é o consórcio que determina os importantes padrões da Web. A versão 5 do HTML é a sucessora do HTML 4.01 e atualmente é apenas um rascunho, porém, navegadores como Firefox, Opera e Safari, em suas versões de desenvolvimento, já suportam diversas partes do novo padrão. No entanto, ainda é possível, evidentemente, que ocorram muitas mudanças nessa área, uma novidade no padrão aberto de codificação de páginas web.

No momento, a tag <video> pode abrigar outros atributos com efeitos sobre a apresentação do vídeo. Por exemplo, com autoplay, o vídeo será reproduzido automaticamente assim que a página for carregada. A duração do vídeo também pode ser especificada com valores numéricos nos atributos start e end. Para exibir os controles do vídeo na página (no estilo de sites de vídeo como o YouTube), basta usar o atributo controls com o valor booleano true. Mais detalhes sobre a nova tag <video> são explorados neste tutorial.

Referência – linuxmagazine.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: